fbpx
sites-vendedores

Hoje eu vou te mostrar como a Visão de Produto é essencial no no desenvolvimento de produtos digitais que geram resultados.

Quando comecei a construir sites há 10 anos, uma das principais reclamações das pessoas era que seu site não fazia parte efetiva dos seus processos de vendas e que não gerava oportunidades reais de negócios. Você pode imaginar o quanto isso era frustrante e como colocava em cheque a real necessidade de se investir em um website profissional.

Nesse cenário, que ainda hoje é muito presente no discurso de muitos clientes que procuram a Desenrola, tentei resumir esses mais de 10 anos de experiência e criar um processo simples de entender e replicar, com 3 pilares básicos para a criação de produtos digitais que geram resultado e impulsionam negócios.    

O que é Visão de Produto, exatamente?

Ter Visão de Produto é olhar para o seu negócio de maneira estratégica. A partir daí, o próximo passo é encaixar os seus produtos, plataformas e canais de maneira que criem um fluxo intuitivo, contínuo e previsível de ações que você espera que seus visitantes desempenhem. Com isso, você facilita que avancem em seu funil de vendas até que se tornem clientes e sejam fidelizados.

A Visão de Produto serve de norte e é algo que deve ser pensado a longo prazo. Obviamente, não está escrito em pedra e pode mudar conforme as suas hipóteses sejam comprovadas ou invalidadas através de métricas e indicadores relevantes. Ter esse norte é importante, pois é a partir daí que se cria um sistema de objetivos e visões claras que trabalham juntos em busca dos resultados desejados pela empresa e seus clientes.

Mas como assim?

Por exemplo: imagine que você tem um site visualmente agradável, mas que não atrai clientes interessados no seu produto ou serviço. Será que ele está cumprindo a expectativa depositada no investimento feito? E como saber onde e como exatamente você está perdendo as oportunidades de venda?

A Visão de Produto vai ajudar você a entender como o site da sua marca deve deixar de ser apenas um cartão de visitas virtual, e quando fizer isso vai perceber a capacidade de aumentar as suas vendas ao guiar os visitantes por um caminho lógico até a compra.  

Agora que você já sabe o que significa Visão de Produto, vamos falar mais sobre o processo que desenvolvemos através de 3 princípios básicos. Utilizando essa visão como norte, você vai ser capaz de criar e aumentar a performance de produtos digitais, gerando resultados tangíveis e que ajudam o seu negócio a crescer.  

Os 3 Princípios de um Produto Vendedor

Quais os 3 princípios para a criação de produtos digitais vendedores?

1 – Primeira Impressão Fantástica: 

O primeiro contato de um cliente com o seu produto deve, antes de qualquer coisa, despertar desejo e transmitir credibilidade. Ele não só deve dizer “eu sou capaz de resolver o seu problema / saciar o seu desejo” de maneira sedutora, mas também não deve deixar nenhuma dúvida a respeito da sua capacidade de fazer isso.  

Um design bonito e objetivo é importante para capturar a atenção dos visitantes desde o primeiro instante e fazer com que ele veja com atenção o que você tem a oferecer. Além disso, uma aparência profissional transmite credibilidade e a confiança de que a sua marca se preocupa com a qualidade de tudo o que entrega.

VOCÊ SABIA? Um estudo da Universidade do Missouri comprovou que a primeira impressão demora menos de 3 segundos para ser formada na cabeça de um visitante, e a primeira intenção de compra em geral acontece em até 20 segundos.

Podemos dividir o princípio da Primeira Impressão Fantástica em aspectos visuais e técnicos. Ambos têm o objetivo de encantar o seu visitante com aspectos que, inicialmente, podem ser percebidos como subjetivos. Não se engane, entretanto. Existem técnicas bastante objetivas que podem ser aplicadas para despertar essas sensações.

Aspectos visuais da Primeira Impressão Fantástica:
  • Branding: Marca, Identidade Visual, Cores, Tipografia, Iconografia, Fotografia.
  • Design: Design limpo, moderno e sofisticado, respeitando a Identidade Visual.
  • Solução Clara: O primeiro contato deve deixar clara a proposta de valor.
Aspectos técnicos da Primeira Impressão Fantástica:
  • Responsividade: a exibição correta em qualquer tipo de dispositivo de acesso como computadores, tablets e smartphones;
  • Tempo de Carregamento: o carregamento rápido em conexões de qualquer velocidade impede que seu cliente desista e faz o site ser melhor posicionado em mecanismos de busca.

Agora que o seu produto digital causou uma Primeira Impressão Fantástica, é hora de conhecer o segundo princípio.

2 – Informações Otimizadas para Conversão:

Depois que o seu visitante realizou um primeiro contato positivo, ele vai buscar maiores informações para se certificar de que a solução que você oferece é ideal para ele. É hora de responder aos COMOs e POR QUEs, sanar as principais dúvidas e quebrar possíveis objeções.

Para isso, as informações e ofertas devem estar organizadas para guiar a navegação do seu visitante e permitir que ele realize seus objetivos com clareza e rapidez. As informações otimizadas têm como base a arquitetura da informação, que é “a prática de decidir como organizar as partes de alguma coisa de modo a torná-la compreensível” (Information Architecture Institute). 

Deixando o tecniquês de lado, estamos falando de organizar as informações disponibilizadas para  auxiliar as pessoas a encontrar o que elas estão procurando. 

Como organizar o seu conteúdo para conversões:
  • Mapa do Site – A divisão do conteúdo em páginas relevantes e coerentes, e a divisão dessas páginas em seções específicas que contam uma história de maneira lógica e fluida.
  • Conteúdo Escaneável – Textos com divisões hierarquizadas de títulos e blocos textuais sucintos com palavras-chave destacadas, de forma a facilitar uma leitura diagonal e maior aprofundamento apenas quando for necessário.
  • Call to Action – Os Chamados à Ação podem se manifestar através de botões e formulários claramente destacados para indicar aos clientes todos os pontos possíveis de interação e contato.
  • Experiência do Usuário – A navegação fluida e intuitiva, sem travamentos ou dúvidas, torna a experiência do seu visitante mais agradável e aumenta as chances de
  • SEO – A Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca, é a prática de preparar as páginas para melhor posicionamento pelas ferramentas como o Google, que podem trazer novos visitantes ao buscar as palavras relacionadas ao seu negócio.

Quando as informações e oportunidades de conversão são dispostas de maneira clara, seus produtos digitais passam a ter possibilidades muito maiores de trazer resultados para o seu negócio.

3 – Oportunidades Mensuráveis e Experimentação Contínua:

Até aqui, é bem capaz de você já ter se deparado com a maior parte das informações que eu dei de uma maneira ou de outra, mas agora é a hora do “pulo do gato”. Esse conhecimento tem sido utilizado pelas maiores e mais lucrativas startups do mundo, mas na verdade está ao alcance de empresas de qualquer tamanho. Preparados? Lá vai:

Enquanto a maior parte dos projetos de sites, aplicativos e produtos digitais em geral vê o lançamento como a conclusão do projeto, a Visão de Produto busca olhar para esse evento apenas como o primeiro passo. O que muitas vezes é visto como objetivo final passa a ser uma etapa inicial, de onde se parte para gerar aprendizados e otimizar resultados.

Isso é possível porque o ambiente digital proporciona a possibilidade de medir cada etapa do seu funil de vendas. Essas métricas são essenciais para que possamos entender os caminhos que funcionam e quais precisamos mudar para que sejam alcançados os KPIs pré-estabelecidos. 

Essa leitura nos proporciona uma análise mais precisa e a chance de uma tomada de decisão mais rápida e assertiva. Dentro deste princípio vamos trabalhar com o funil de vendas e medição de métricas.

Primeiros Passos Para a Criar Oportunidades Mensuráveis:
  • Mapeamento do funil de vendas: através do framework AARRR, você deve entender quais são os indicadores-chave para cada uma das etapas principais do seu processo de vendas (Aquisição, Ativação, Retenção, Receita e Recomendação);
  • Descoberta da North Star Metric (Métrica Estrela Guia): Além do seu funil de métricas, você deve conhecer a sua métrica principal. Também conhecida como OMTM (One Metric That Matters, ou A Métrica Que Importa), ela tem o objetivo de dizer se o seu negócio encontrou o fit de mercado;
  • Definição de Metas: Ao conhecer as métricas e indicadores, você deve estabelecer metas que possam ser medidas e comparadas com os resultados anteriores;
  • Medição dos indicadores: através da instalação de ferramentas, muitas delas até mesmo gratuitas, você deve medir o volume e a qualidade de visitas, interações e atingimento das metas estabelecidas.
  • Experimentação Contínua: Com os dados colhidos nas mãos, é hora de priorizar as métricas que devem ser impactadas, elaborar hipóteses sobre como melhorar a performance dos produtos lançados e lançar experimentos que possam trazer esses resultados.

Ufa! Parece muito, não é? A boa notícia é que, através da aplicação destes 3 princípios, você elimina grande parte do jogo de tentativa e erro, economizando esforço, tempo e dinheiro e aumentando muito as suas chances de sucesso.

Conclusão

Através destes pilares você passa a entender que não basta só criar um produto digital e esperar que os resultados apareçam como um passe de mágica. Existe um caminho longo entre ter um site e ter um bom site, por exemplo. 

Seguindo esses passos, sem pular etapas, você terá um produto digital que ultrapassa a categoria de um simples cartão de visitas virtual e passa a ser um canal relevante em seu processo de vendas, gerando mais oportunidades de negócios, agregando valor à sua marca e mensurando resultados para controle e tomada de decisões muito mais consistentes.

Agora você tem tudo o que precisa para fazer o seu negócio crescer online!

Conta pra gente: o seu site tem trazido oportunidades de vendas reais reais para a sua empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *